Arquivo da Tag internet

Brasileiros são mais sociais, diz criador do 9GAG


Ray Chan tinha apenas 24 anos quando criou o 9GAG, em Hong Kong, em 2008. Hoje, o site, que conta com mais de 80 milhões de usuários, é o principal repositório de memes da web.
 
Agora com 28 anos, Chan vem ao Brasil para participar da 11º edição do YouPix, festival que debate a cultura da web e das redes sociais, e que acontece entre os dias 3 e 5 de julho, no 2º andar da Bienal, em São Paulo.
 
Além de estar curioso para conhecer o Brasil, Chan quer conhecer ainda mais os brasileiros, responsáveis por cerca de 10% da audiência de seu site.
 
Veja abaixo a conversa com ele:
 
– Como surgiu a ideia para criar o 9GAG? Quando o site começou a despontar globalmente?
 
Ray Chan – Começamos 9GAG em 2008. Na época, eu tinha 24 anos e o Facebook não era popular em Hong Kong. Assim, as pessoas utilizavam o e-mail para compartilhar vídeos e fotos engraçadas.
Nosso objetivo foi desenvolver uma ferramenta para simplificar esse processo, onde o usuário pudesse subir uma foto engraçada e enviar o link para os amigos.
 
Colocamos o site no ar e enviamos o link para alguns contatos. Ele obteve uma boa repercussão. Porém, só explodiu no mundo todo no ano passado, após nos juntarmos ao programa de aceleramento americano 500 Startups. Eles nos ensinaram como construir um produto melhor e como entender melhor nossos usuários.
 
– Como o sistema de publicação do 9GAG funciona?
 
Chan – Qualquer pessoa pode publicar conteúdo no site. Na sequência, nossos usuários votam nos mais legais. Um algoritmo “mágico” determina quais posts vão para a página principal.
 
– Quais são os números atuais do 9GAG?
 
Chan – Nós fechamos o mês de maio com mais de 80 milhões de usuários e mais de 2 bilhões de páginas visualizadas. Desses, cerca de 10% são brasileiros.
 
– E como o brasileiro se comporta dentro do 9GAG? Ele só consome conteúdo ou costuma produzir e compartilhar também?
 
Chan – O brasileiro costuma ser bastante social e ativo online. Eles enviam bastante conteúdo, votam bastante e comentam um monte.
 
– Como será a versão em português do serviço? Ela terá somente conteúdo em português ou de outras línguas? Quando ela deve ser lançada?
 
Chan – Parafraseando o personagem Maverick, de “Top Gun”: “Eu poderia te contar, mas teria que te matar”. Brincadeiras à parte, devemos anunciar algumas novidades em breve. Por enquanto, não posso adiantá-las.
 
– A linguagem de memes divulgada pelo 9GAG é bastante popular hoje entre os brasileiros que utilizam o Facebook, por exemplo. Como você vê essa disseminação?
 
Chan – As pessoas gostam de compartilhar coisas interessantes e divertidas com seus amigos. O Facebook e outras redes sociais são catalisadores da popularidade do 9GAG.
 
– 9GAG está colocando no esquecimento sites como o 4chan e o I Can Has Cheezburger, por exemplo. O que você faz para evitar que novos produtos façam o mesmo com o 9GAG?
 
Chan – Hoje, estamos focados para manter o site em constante desenvolvimento. Para isso, nós ouvimos nossos usuários. Esse é um dos segredos para fazer o melhor sempre.
 
– Falando sobre dinheiro, o criador do 4chan, Christopher Poole, criou um outro serviço, o canv.as, porque o 4chan não era rentável. Por outro lado, Ben Huh fez da rede de blogs I Can Has Cheezburger um império. Quais são seus planos para o 9GAG?
 
Chan – Nossa missão é trazer satisfação e alegria para mais pessoas. Dinheiro não é nosso foco. Acredito que se construirmos um grande serviço, ele se tornará lucrativo.
 
– Por último, qual seu meme ou piada do 9GAG preferida?
 
Chan – Eu gosto do Philosoraptor. Acho ele é divertido e educativo.
 
Fonte: exame.abril.com.br
 

Mercado publicitário cresce 13,89%

Cinema, TV paga e internet registraram maiores altas; TV aberta lidera share, com 65,39% do total
 
O investimento publicitário alcançou R$ 6,5 bi entre janeiro e março deste ano e cresceu 13,89% (sem descontar a inflação) em relação ao mesmo período de 2011, revela o Projeto Inter-Meios. O faturamento publicitário no primeiro trimestre do ano passado foi de R$ 5,7 bilhões.
 
Todos os meios receberam mais investimentos em 2012 do que no ano passado, com destaque para Cinema, que cresceu 38,45%; TV por Assinatura, com 27,14%; Internet, com 24,85% de aumento. Em perspectiva, esses têm sido os meios com os maiores registros de crescimento nos últimos relatórios do Inter-Meios. O menor crescimento foi verificado em Revista, com 0,92%.
 
A posição das maiores receitas publicitárias e participação no share permanecem inalteradas, com liderança da TV Aberta (65,39%), Jornal (11,93%) e Revista (5,53%). Desde janeiro, o Projeto Inter-Meios registra os investimentos nas operações online dos jornais, que, no trimestre, alcançaram 0,43% do total investido. As menores participações no bolo publicitário são de Cinema (0,26%) e Guias e Listas (0,9%) (veja detalhes no gráfico abaixo).
 
O Projeto Inter-Meios é um relatório de investimento em mídia no País a partir dos dados de faturamento publicitário fornecidos diretamente pelos veículos. O Meio & Mensagem coordena o projeto.
 

 
Fonte: meioemensagem.com.br
 

Como se comportam 80 mi de brasileiros na internet

Estudo do IAB Brasil traça os hábitos e as preferências dos consumidores na web, que passam cada vez mais tempo conectados e mostram-se receptivos ao marketing digital
 

Os brasileiros estão passando cada vez mais tempo online, mostram-se receptivos ao marketing digital e mais confiantes na internet. É o que indica o estudo “Como 80 milhões de brasileiros acessam a internet no Brasil”, desenvolvido pelo Interactive Advertising Bureau (IAB Brasil), em parceria com a comScore, para compreender a audiência online no país e os hábitos dos consumidores no ambiente digital.
 
De acordo com o levantamento, 36% dos entrevistados passam ao menos duas horas por dia navegando na internet para fins pessoais. A web também é a atividade preferida por todas as faixas etárias, de renda, gênero e região: se tivessem 15 minutos livres, 62% dos respondentes optariam por dedicar a atividades online.
 
“O usuário brasileiro está cada vez mais conectado e por mais tempo, seja acessando pelo computador, tablet ou celular. O tempo de consumo só tende a crescer, com pessoas acessando a internet em vários dispositivos, inclusive o televisor”, explica Ari Meneghini, diretor executivo do IAB Brasil.
 
Maior participação dos dispositivos móveis
 
De 6 a 14 de fevereiro, a pesquisa entrevistou 2.075 pessoas usuárias de internet, entre 15 e 55 anos, sendo 51% homens e 49% mulheres. A presença da web é tanta, que, em casa, o uso já supera o de jornal pela manhã (69% contra 14%, respectivamente) e o de TV à noite (78% acessam a web no período contra 46% que assistem à televisão).
 
Para 80%, a internet é considerada a mídia mais importante. A TV foi citada por 50% dos pesquisados e o jornal por apenas 37%. Mesmo quando estão assistindo à televisão, 61% costumam estar navegando online. A frequência de acessos à rede também é maior. Enquanto 79% afirmam conectar na internet várias vezes por dia, 56% assistem à TV mais de uma vez no mesmo período.
 
A mudança de comportamento está ligada ao crescimento da participação de dispositivos móveis. Desktops ainda são a principal forma para acessar a web, com 77%. Os laptops, no entanto, já somam 59% dos acessos e os smartphones, 40%. Tablets em geral e iPads também vêm ganhando representatividade, com 16% e 15%, respectivamente.
 
Não é à toa que a internet é a mídia mais utilizada em lugares e situações como trabalho (60%), na casa de amigos ou familiares (52%,) escola (44%), restaurantes e cafés (44%), em reuniões com amigos (43%) e no shopping/fazendo compras (34%).
 
E-commerce em expansão
 
A penetração da web e a mobilidade colaboram para o fortalecimento e a expansão do e-commerce. Além de 65% afirmarem que pesquisam na internet produtos que gostariam de comprar online, 60% já consideram o ambiente digital o mais conveniente para fazer compras.
 
“Algumas mudanças saltaram aos olhos. A primeira delas é a confiança na internet, que aumentou muito, devido ao número de pessoas que passaram a fazer compras online (32 milhões no total, segundo dados da e-bit)”, conta o diretor executivo do IAB Brasil.
 
A expansão do e-commerce também está ligada à aceitação cada vez maior de ações de marketing digital por parte dos consumidores. De acordo com a pesquisa, os anúncios na internet são os que menos incomodam (36%), são os mais criativos (49%) e os mais verossímeis (37%).
 
Na opinião de 57% dos entrevistados, as ações de marketing online têm motivado a comprar produtos (57%) ou visitar lojas anunciadas (56%). Já 60% dizem ser incentivados a buscar mais informações sobre os produtos oferecidos. “Acreditamos que em 2015 50% das pessoas que acessam a internet no Brasil estarão comprando online. No ano passado foram 32 milhões, então, se em 2015 a internet brasileira deve estar com mais de 100 milhões de usuários, é provável que 50 milhões estejam comprando online”, ressalta Meneghini.
 
Fonte: exame.abril.com.br
 

Consumo global atingirá US$ 40 tri em 2020

Estados Unidos, China e Índia lideram o ranking de consumo global, que deve atingir a cifra de US$ 40 trilhões entre 2010 e 2020
 

Americanos, chineses e indianos serão responsáveis por injetar US$ 12 trilhões ao total de US$ 40 trilhões projetados para o consumo global entre 2010 e 2020.
 
A constatação vem de um levantamento da consultoria americana A.T. Kearney baseado em dados da Euromonitor, que foram antecipados ao jornal Valor Econômico na edição dessa segunda-feira, 21.
 
O Brasil vem em quarto lugar. O acesso à internet e aos mais diversos tipos de celulares vão representar 70% do US$ 1,7 bilhão que o brasileiro deve gastar entre 2010 e 2020, alta de 55% em relação à década anterior. Educação, serviços médicos e transportes vão liderar o restante das despesas, enquanto o ritmo da compra de itens de vestuário e calçados deve diminuir.
 
Chamada “Riqueza e Gastos dos Consumidores”, a pesquisa é resultado do estudo de mais de três mil características socioeconômicas de 70 áreas de consumo em 86 países, com vigência entre os anos de 1990 e 2020.
 
Fonte: meioemensagem.com.br
 

Internet supera o jornal impresso como segunda mídia mais acessada de 2012


 
Um estudo inédito realizado pelo IAB Brasil revela que, para o brasileiro, a Internet já é o meio de comunicação mais importante. De acordo com a pesquisa, um em cada três brasileiros consome pelo menos duas horas de Internet por dia e navega em sites por pelo menos quatro aparelhos diferentes.
 
Comparada ao rádio, à TV e ao jornal, a Internet já é a mídia mais consumida, não só em casa, como no trabalho, na escola, em restaurantes, shoppings e reuniões presenciais. Dentre os quase 40% que surfam pelo menos duas horas por dia, somente 25% conseguem gastar o mesmo tempo com a TV. Essa, por sinal, é o meio menos usado entre jovens de 15 a 24 anos.
 
De maneira geral, mulheres consomem mais mídia do que homens. O público feminino passou o masculino no quesito preferência e consumo de atividades de mídia. 84% das internautas usa a Internet várias vezes ao dia e 65% assiste TV frequentemente enquanto navega na web.
 
Em casa, a Internet é a mais utilizadas das mídias em todos os períodos do dia: 69% acessam pela manhã, 78% também acessam à tarde e 73% conectam à noite. Apesar do cada vez maior acesso a smartphones e tablets, desktops (77%) e laptops (59%) ainda são as formas mais usadas para acessar a Internet.
 
O consumo de mídia em mais de um dispositivo é uma tendência. De acordo com a pesquisa, 66% da audiência online já acessa a Internet por mais de dois aparelhos diferentes e 25% dos adultos entre 25 e 34 anos acessa através de quatro ou mais dispositivos.
 
O uso do computador em paralelo com outras mídias também é maior. 61% usa um desktop ou laptop para acessar a Internet enquanto assiste à TV. Maioria de 65% são mulheres.
 

Para Fabio Coelho, presidente da IAB-Brasil, o crescimento do mercado de buscas será de 50% e o de display (banner) terá incremento de 25%. Coelho – que também preside o Google Brasil, confirma o crescimento da internet no país, em média, quatro vezes mais do que o mercado de publicidade, em geral – e esses números não contabilizam as redes sociais. A agência, em breve, divulgará uma estimativa de faturamento para este ano, em que sites como Facebook e Twitter estarão envolvidos.
 
As 100 maiores empresas do país investem 13,4% de suas verbas publicitárias no meio digital, segundo Coelho, que considerou a web um mercado “pujante”. Para chegar aos resultados apresentados hoje, o IAB considerou 80 milhões de internautas no país maiores de 16 anos, dos quais 49% pertencem às classes C, D e E e 51%, às A e B.
 
De acordo com a pesquisa, o público online no Brasil é aberto e receptivo à propaganda digital. 36% acha que anúncios na web incomodam menos e são mais sinceros que em outros canais. 44%, no entanto, acredita que anúncios de TV ainda são mais marcantes que em outras mídias.
 
Fonte: fatimanews.com.br
 

Tumblr joga a toalha e adere à publicidade

Após cinco anos, empresa adotou programa patrocinado de sugestão de blogs
 

 
Após cinco anos no ar sem vender espaços publicitários, o Tumblr jogou a toalha. A empresa adotou um programa patrocinado de sugestão de blogs para serem seguidos. Para o Tumblr, os parceiros não serão anunciantes, mas “patrocinadores”.
 
As páginas corporativas serão exibidas dentro das seções Radar, que sugere blogs para serem seguidos, e Spotlight, que faz uma seleção de posts retirados de blogs interessantes. Diariamente, a seção Radar exibe cerca de 120 milhões de impressões.
 
Até então, a única forma de receita do Tumblr era com a venda de templates.
 
As mudanças já são reflexos da nova gestão da empresa, agora sob a liderança de seu fundador David Karp, de apenas 25 anos. Na semana passada, Karp assumiu o cargo de CEO deixado por John Maloney. Segundo fontes próximas à empresa disseram ao Tem Walt Streep Jornal, as habilidades de Malo Ney tornaram-se insuficientes para gerir uma empresa em crescimento como o Tombar.
 
Antes, o próprio Karp já havia anunciado que lhe embrulhava o estômago ouvir falar sobre a inserção de publicidade na plataforma. Mais tarde, o próprio admitiu que se tratasse de uma declaração inoportuna.
 
Segundo números próprios, o Tombar possui atualmente 54 milhões de usuários, que publicam 70 milhões de posto diariamente na plataforma. Globalmente, 141 milhões de pessoas visitam o serviço. Ele é 12º site mais acessado nos EUA.
 
Fonte: exame.abril.com.br
 

Google incorpora ferramenta de tradução ao Gmail


 
A Google anunciou novas incorporações ao Gmail, seu serviço gratuito de e-mail. As novidades foram divulgadas em post no blog oficial da empresa e são resultados de pesquisas feitas pelo Google Labs agora abertas para usuários na vida real.
Uma delas é a ferramenta para tradução das mensagens na caixa de entrada. A novidade virá em forma de barra, na qual será possível editar as preferências de idiomas e também desativá-las. Quando uma pessoa receber um email escrito em japonês, poderá clicar no botão “Traduzir mensagem” e pronto, terá o texto disponível em português.
 
A tradução, obviamente, não é uma maravilha, mas quebra o galho, principalmente para quem precisa entender em linhas gerais o que está sendo expresso pelo remetente. Uma boa alternativa para as pessoas que desejam ler newsletters de outros países, mesmo sem dominar o idioma.
 
Ignorar conversas
 
Receber dezenas de mensagens em grupos não será mais um exercício de paciência. Antes, ao receber um e-mail qualquer em uma longa conversa, o usuário continuava a receber as réplicas de outros endereços, mesmo depois de ter enviado a mensagem para a Lixeira. Porém, agora, basta clicar no botão “Ignorar”, localizado no menu “Mais”, e os e-mails indesejados estarão ignorados.
 
As mensagens só vão aparecer na caixa de entrada quando direcionadas ao dono da conta ou quando o endereço do usuário estiver adicionado aos campos “Para” ou “Cc”. Isso não significa, contudo, que a pessoa não vai receber as conversas ignoradas. Quando precisar encontrar tais e-mails, bastará que se digite ”is:muted” na barra de pesquisa e terá acesso normalmente.
 
Title Tweak
 
Outra incorporação aprovada pelo Google Labs para o serviço é o “Title Tweaks”, que é a maneira como o Gmail é identificado na aba dos navegadores. Agora, as informações estarão dispostas na aba da seguinte forma: “Entrada (x) – usuario@gmail.com”. Uma mudança que pode facilitar que o dono da conta perceba que recebeu novas mensagens.
 
Fonte: Exame.abril.com.br
 

Sujeira de cães vira wi-fi gratuito

Portal Terra no México libera acesso à internet em dez parques, de acordo com o peso dos resíduos
 
Para chamar a atenção dos donos de cachorros sobre a importância de retirar os resíduos de seus animais das vias públicas, o portal Terra mexicano lançou uma campanha para transformar a sujeira em acesso à internet. Com criação da DDB Mexico o objetivo é oferecer internet como moeda de troca em dez parques da Cidade do México. Quando as pessoas levam os saquinhos com detritos para as caixas especiais, elas calculam o peso e quanto maior o peso, mais acesso e velocidade serão providos para o wi-fi daquele local.
 
A iniciativa denominada “Poo WiFi” visa dar minutos gratuitos para as pessoas que estão naquele parque. Em tempos onde as pessoas estão mais interessadas em seus smartphones do que visualizar o que seus cães estão fazendo, essa parece uma boa ideia.
 

 
Fonte: Meio & Mensagem